quarta-feira, novembro 29, 2006

Serra de Sintra









Caminhando e descobrindo os encantos da Serra de Sintra, algures passando os Capuchos. Local de felicidade, de procura e de encontro, onde os cheiros e as cores nos levam um pouco mais além.
Serra de Sintra, Outubro 2006

3Comentários e Sugestões:

Blogger ROADRUNNER said...

...e que belos cogumelos!
Saudações!

5:06 da tarde  
Blogger Naeno said...

NATAL

Por um tempo eu vi toda a alegria, que podia o mundo.
Era um Deus Menino, a falar baixinho de um amor profundo.
E nesse momento, de contentamento do meu coração,
Me senti tão perto de meu Deus presente, e elevei as mãos.

Eis aí o meu Servo, a quem eu amparo por todo caminho.
Sobre Ele eu faço repousar o meu braço, todo o meu carinho.

E naquele tempo era tão comum tantos reis na terra,
Ea obediência de um homem pra o outro, até matar na guerra.
Foi assim que Deus, ao julgar violada toda a sua lei,
Não mandou profetas, todos ofendidos, Ele mesmo veio.

E chegou tão simples, numa manjedoura, num leito de feno,
E era o mais bonito, todos O olhavam como a um Deus supremos.

E quando eu me lembro que aquele menino foi tão direfente,
Me angustia a alma em saber que os homens foram tão ausentes,
Quizera que o mundo, só por um segundo, O visse de novo,
E deixasse Ele, como sempre quis, conduzir seu povo.

Eis aí o meu Servo, a quem eu amparo por todo caminho.
Sobre Ele eu faço repousar o meu braço, todo o meu carinho

Esta letra é uma música minha.

Feliz Natal.

Naeno

7:06 da tarde  
Blogger Brigida Rocha Brito said...

Roadrunner, Sintra é um lugar tão mágico... místico... magnífico!

Naeno, poema lindo. Obrigada!!!!
bjs aos dois

7:22 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home